iFood e McDonald’s começam a fazer entregas com drone no Nordeste

Sergipe é o primeiro estado a receber a modalidade, que é até cinco vezes mais rápida pelo novo modal

Foto: Reprodução

Moradores de Aracaju, capital de Sergipe, já podem receber os lanches do McDonald’s por meio de drones, em uma iniciativa do iFood. Os pedidos têm saído do Shopping Riomar Aracaju e atravessado o rio Sergipe até o município. O trajeto terrestre varia entre 25 e 55 minutos e, por drone, é realizado em 5 minutos e 20 segundos.

O projeto tem parceria com a empresa Speedbird Aero, responsável por fornecer e operar os drones. A modalidade será a chamada last mile em que será necessário a presença de um entregador para concluir a entrega. O voo não tripulado vai percorrer um percurso pré-determinado e vai sair de um ponto de decolagem no shopping até uma estação.

O restante do percurso será feito por um entregador nos modais tradicionais: bicicleta, moto ou patinete. Ao longo dos últimos meses, o McDonald’s tem feito investimentos em tecnologia para melhorar a experiência de consumo. A rede tem chamado a plataforma de 3D (delivery, drive-thru e digital) e afirma que conseguiu reduzir o tempo médio de entrega no Brasil de 34 minutos em 2019 para 23,5 minutos em 2021.

Em nota, Fernanda Martins, head de logística e inovação no iFood, afirmou que uma entrega realizada por drone leva muito mais que inovação, mas também amplia as possibilidades de alcance do delivery. Segundo a executiva, o objetivo é aumentar a eficiência das entregas para todos: consumidores, restaurantes e entregadores, além de levar soluções tecnológicas e alternativas para o delivery em modais não poluentes.