NFT ocupa o primeiro lugar na lista de artes mais influentes do mundo

Ranking elaborado pela revista ArtReview classificou, pela primeira vez, um token não fungível como uma das criações mais poderosas de 2021

Foto: Reprodução

O NFT (token não fungível) ERC-721 liderou este ano a lista Power 100, realizada pela revista ArtReview. O ranking classifica as criações mais influentes, motivadoras e agitadoras do mundo da arte contemporânea. Essa é a primeira vez que uma criação não humana ocupa a posição.

A ArtReview destaca que os tokens não fungíveis revolucionaram o mercado da arte ao reunir arte contemporânea e cultura de memes em ativos únicos. Além disso, a publicação lembra que eles deram origem a uma nova geração de colecionadores e permitiram que os artistas encontrassem maneiras de contornar os tradicionais guardiões do mercado.

O ERC-721 é um padrão aberto e gratuito que pode ser usado na construção de tokens não fungíveis, a partir do blockchain Ethereum. O editor da revista, JJ Charlesworth, afirmou que os NFTs criaram um novo cruzamento entre a cultura pop e a arte contemporânea, mesmo que não possa evitar o fato de que a explosão do NFT é impulsionada por uma especulação febril sobre criptomoedas.

Mas o princípio mais amplo, segundo o editor, por trás dos NFTs, é talvez mais importante: a ideia de ativos digitais e colecionáveis virtuais são uma perspectiva sedutora para artistas fazendo arte em uma cultura cada vez mais online e virtual, e não irá desaparecer tão cedo.

Em reportagem, o The Guardian recorda que o NFT mais valioso do mundo, até agora, é uma colagem do artista digital Beeple. Ela foi vendida em março por 50,5 milhões de libras (US$ 66,94 milhões ou aproximadamente R$ 376,1 milhões). O negócio foi feito pela casa de leilão Christie’s.

Os mais influentes do mundo da arte em 2021

1- ERC-721
2- Anna L Tsing
3- ruangrupa
4- Theaster Gates
5- Anne Imhof
6- Fred Moten
7- Cao Fei
8- Karrabing Film Collective
9- Carrie Mae Weems
10- David Graeber e David Wengrow