Terreno em metaverso é vendido por recorde de US$ 2,4 milhões

O mundo de Decentraland é um ambiente online em que os usuários podem comprar terrenos, visitar edifícios e conhecer outras pessoas que usam avatares

Foto: Reprodução

Um terreno virtual que só existe no metaverso da Decentraland se tornou o mais caro da história após ter sido vendido por 618.000 MANA, o equivalente a US$ 2,4 milhões, para a empresa Tokens.com, na última terça-feira (23). Em junho, uma área no Decentraland foi vendida por 1,3 milhão de MANA, cerca de US$ 913,2 mil na época.

Terrenos e outros itens vendidos no mundo on-line são comercializados na forma de tokens não fungíveis (NFTs), um tipo de ativo digital. A criptomoeda MANA disparou mais de 30% após a concretização do negócio milionário com o terreno que só existe na internet.

O Decentraland é um ambiente on-line colaborativo que usa a tecnologia blockchain, também conhecido como metaverso, em que os usuários podem comprar terrenos, visitar edifícios e conhecer outras pessoas que usam avatares, entre muitas outras coisas.

Investimento especulativo

A área comprada é formada por 116 sublotes, cada um medindo cerca de 5 m2. No total, o terreno adquirido possui um espaço on-line equivalente a 566 m2. Entusiastas das moedas digitais compram terrenos no metaverso da Decentraland como um investimento especulativo. A transação foi a mais cara compra de terreno já realizada na plataforma.

O terreno fica na área “Fashion Street” do mapa da Decentraland e a Tokens.com disse que será usado para hospedar eventos digitais de moda e para a venda de roupas virtuais para avatares. As coleções devem ser criadas com marcas do mundo real.