Casarão na Rua da Palma entra na lista de reforma no programa Nosso Centro

A iniciativa é um projeto do Governo do Maranhão, por meio da Secid e parceria com a Vale

Foto: Reprodução

Em São Luís, mais um casarão será reformado. A ordem de serviço foi assinada nesta quarta-feira (6), pelo titular da pasta, Márcio Jerry. A revitalização acontecerá por iniciativa do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), em parceria com a Vale, pelo programa Nosso Centro.

A obra será iniciada no casarão localizado na rua da Palma, n° 308, no Centro Histórico. O projeto visa preservar, conservar e valorizar a história do estado. O prédio tem 528 metros quadrados, com características arquitetônicas da colônia portuguesa será destinado a abrigar estruturas do Governo do Maranhão.

Parcerias produtivas

De acordo com o titular da Secid, no Centro Histórico, tem outras parcerias com a Vale que são muito produtivas e importantes para o Maranhão. Cada vez que se mobiliza uma frente de obra, se gera um emprego, fazendo circular recursos e atenuando os efeitos da crise econômica e sanitária também.

Nosso Centro tem juntado várias secretarias do governo Flávio Dino como a Secid, a Secretaria de Cultura, Segov e Sinfra, em uma ação coordenada que tem dado excelentes resultados.

A respeito das novas parcerias, a secretaria adjunta de Cultura do Maranhão, Carolina Veloso conta que mais uma parceria que o Governo do Estado faz com a Vale em termos de reformas.

Belas vistas

O programa Nosso Centro tem várias secretarias envolvidas, uma ação muito importante que busca a revitalização de todos esses casarões que terão múltiplas funcionalidades, além de levar a cultura a todas as pessoas que vão conhecer a arquitetura e pode desfrutar de belas vistas.

Há quem afirme que o motivo das parcerias seja para resgatar o valor histórico dos móveis, é o que afirma a profissional de relações institucionais da Vale, Vanessa Tavares.

Contribuição

Para ela, a Vale, como empresa privada, está contribuindo nessa iniciativa. A intenção é se unir ao Governo para restaurar o Centro Histórico, fazer que esses prédios sejam realmente bem utilizados pela população, pelo poder público, pois muitos serão destinados também para sedes do Governo.

Além do casarão localizado na rua da Palma, a parceria já iniciou a reforma de mais três casarões no Centro Histórico; um na rua Rio Branco, com características arquitetônicas de influências portuguesas, o sobrado da Rua do Giz, com pavimentos característicos do final do período colonial e outro localizado na Rua da Palma e data de meados do século XIX.

Patrimônio Cultural da Humanidade

A UNESCO reconheceu São Luís como Patrimônio Cultural da Humanidade desde 1997. No total, são cerca de quatro mil imóveis do período colonial e imperial.