Estudo revela idade em que pessoas são mais felizes

O estudo longitudinal foi publicado no repositório científico Springer Social Indicators Research

Foto: Reprodução

Em qual idade as pessoas são mais felizes? Na infância, quando a escola é a única preocupação; na casa dos 20, em festas nos fins de semana; de 30 a 40 anos, com um estilo de vida mais desenvolvido e estabilizado; ou mesmo na aposentadoria, quando precisa se concentrar apenas nas coisas que realmente as fazem felizes? 

Um levantamento com cerca de 17 mil participantes de 13 países europeus apontou a faixa etária na qual as pessoas dizem ser a época mais feliz de suas vidas: entre 30 e 34 anos de idade. O estudo longitudinal foi publicado no repositório científico Springer Social Indicators Research e foi realizado com pessoas que tinham 50 anos ou mais.

A autora da pesquisa, Begoña Alvarez, professora da Universidade de Vigo, na Espanha, afirmou que os resultados mostram que a probabilidade de viver o período mais feliz da vida apresenta uma relação côncava com a idade, com um ponto de inflexão por volta dos 30-34 anos e uma tendência decrescente a partir desse ponto.

Entretanto, os pesquisadores reconhecem que uma das limitações do estudo é a habilidade dos entrevistados de se lembrarem precisamente do passado. Segundo os autores, é difícil discernir se os participantes não estão, na verdade, imaginando como seria aquele período de suas vidas com as condições de vida de hoje.  

Além de quebrar uma curiosidade, a análise pode ir além de apontar a melhor época da vida para que as pessoas a aproveitem devidamente. Os pesquisadores acreditam no uso dos resultados para a elaboração de políticas públicas para a população mais idosa.