Projeto cria resort em formato de lua e uma simulação de colônia espacial

Com 224 metros de altura, o resort Moon teria quatro mil quartos e seria a maior esfera do mundo

Foto: Divulgação

O designer Michael R. Henderson e a empresária Sandra G. Matthew possuem um objetivo em comum: desenvolver um resort como uma reprodução autêntica em mega escala da lua. Mais do que isso, tornar esse espaço o maior edifício esférico do mundo.

Com quatro mil quartos e 224 metros de altura, o hotel deve ser construído em Las Vegas, nos Estados Unidos, e se tornar um dos prédios mais altos da cidade. A estrutura, de 198 metros de diâmetro, seria também a maior esfera do mundo e guardaria uma atração inédita: a reprodução de uma colônia lunar.

A expectativa é que o resort receba cerca de 10 milhões de visitantes anuais e “transportará” 2,5 milhões em sua superfície lunar de 4 hectares. No planejamento, serão necessários 12 meses de pesquisa e 48 meses de construção para entregar o projeto. Está sendo estimado um investimento de US$ 5 bilhões (R$ 26 bilhões).

Exploração espacial?

Ela simularia uma ocupação humana no satélite, inspirada em projetos reais pesquisados por agências espaciais e empresas mundo afora. Os “astronautas” chegariam até lá em carrinhos em trilhos, como numa montanha-russa. Durante 90 minutos, os visitantes, a bordo de “buggys lunares” explorariam o ambiente.

O local teria quatro hectares – uma reprodução exata da superfície da lua. Pela experiência, paga à parte, cada pessoa pagaria um ingresso estimado em US$ 500 (cerca de R$ 2.650). O hotel teria também um restaurante temático, ambientado numa cratera lunar, além de uma boate dentro de uma nave espacial.

O ambicioso projeto conta ainda com um spa, um parque aquático, um centro de eventos para até cinco mil pessoas, um teatro, um piano bar, área para lojas, salas de reunião e um cassino. A dupla tenta levar o projeto também para outros mercados, como Ásia, Oriente Médio e Europa.