Startup cofundada por brasileiro recebe investimento de US$ 56 milhões

A Origin contou com aportes de fundos do 01 Advisors e General Catalyst

João De Paula, cofundador da Origin (Foto: Reprodução)

A startup Origin, plataforma que bem-estar criada pelo brasileiro João De Paula, atingiu valor de mercado de US$ 400 milhões. No mercado há três anos, a empresa é administrada, também, pelo americano Matthew Watson. No início da semana, ela recebeu um investimento de US$ 56 milhões em uma rodada Série B.

Para chegar ao nível de mercado que está atualmente, a Origin contou com aportes de fundos do 01 Advisors e General Catalyst, além do anjo-investidor Lachy Groom.

Objetivo de vida

A startup foi criada para unir inteligência artificial e atendimento humano, com planejadores financeiros certificados, para auxiliar os clientes a tomarem decisões financeiras de acordo com o objetivo de vida.

Fundada desde 2018, a Origen só começou a prestar serviços no ano passado, até a última rodada Série B, a startup havia recebido US$ 15 milhões de Felicis Ventures e Abstract Ventures, diante disso, a receita cresceu 25 vezes mais nos últimos meses.

Atuar no Brasil

De Paula revela que o objetivo é ser um parceiro à medida que os objetivos vão mudando. Se ele saiu da faculdade e tem 20 anos, talvez queira fazer uma viagem, ajudar a família ou se livrar de um empréstimo estudantil. Mas, daqui a cinco anos, talvez ele queira comprar uma casa.

Mesmo sendo criada por brasileiro, a startup ainda não atua no país. Os planos envolvem atender clientes que moram no Brasil e trabalham em empresas americanas. A chegada da empresa no Brasil está prevista para o primeiro trimestre de 2022.