5G comercial deve chegar em São Paulo em dezembro

Até o natal, a capital já estará com a 5G standalone em todos os pontos

Foto: Reprodução

A chegada da internet 5G ao Brasil está prevista para o mês de dezembro. A tecnologia deve ser lançada comercialmente no estado de São Paulo, no natal.

Fábio Farias, ministro das Comunicações, explica que ainda que o processo tenha atrasado por conta da publicação do edital do certame pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), até o fim do ano o 5G já estará no país.

Leilão 5G

Durante um seminário promovido pela Esfera Brasil, em São Paulo, o ministro declarou que espera que o leilão de 5G seja realizado ainda em outubro deste ano, após vencer os desafios geopolíticos.

Isso abriu caminho para que a chinesa Huawei possa fornecer equipamentos para as teles. A nova tecnologia promete ser dez vezes mais rápidas que o 4G, permitindo a conexão de objetos.

São Paulo será a “casa” de recepção da tecnologia. Até o natal, a capital já estará com a 5G standalone em todos os pontos. Empresas de diversos ramos já confirmaram a instalação da nova rede.

Do zero

O 5G standalone, uma rede independente, foi anunciada logo após as operadoras de telefonia móvel vencerem o leilão. É interessante lembrar que esta é uma rede que deve iniciar do zero, já que não contará com suporte do 4G.

O 5G vai permitir velocidades a partir de 1 Gigabit por segundo (Gbps). Um Gigabit equivale a mil Megabits. Como base de comparação, a velocidade 4G tem média de 13 Mbps e pode chegar, em alguns casos, a 80 Mbps.

Por outro lado, o DSS 5G, oferecido atualmente, deve oferecer velocidades de 200 Megabits por segundo (Mbps), velocidade que pode chegar até 800 Mbps. O ministro já manifestou insatisfação com o 5GD DSS.

Edital

O que o ministro aguarda é que o edital do leilão 5G seja publicado o mais breve possível. Em discussão como o conselheiro da Anatel, Moisés Queiroz Moreira, solicitou vista do processo na última segunda-feira.

Moreira, por sua vez, fez uma série de questionamentos sobre o edital e disse que ainda era necessário mais tempo para ajustes de todos os pontos e endereçar as melhores providências.

Não fui pego de surpresa. Pedido de vista é sempre esperado. Acreditava que a gente pudesse superar antes, já que temos um diálogo aberto. Após a publicação do edital, o leilão ocorre em 30 dias.

Seria dia 14 de outubro o leilão, se adiar por dez dias, teremos o leilão no dia 21 ou 24 ou um pouco tempo mais. O 5G não é um projeto do presidente Bolsonaro. É um projeto para o país, disse o ministro.

Pedido de antenas

O pedido de instalações de antenas para a tecnologia 5G no Rio de Janeiro já foi solicitado. O prefeito Eduardo Paes já foi notificado pela Câmera Municipal do estado, por meio do Projeto de Lei Complementar 19/2021, que regulamenta o compartilhamento da rede para o município.

O projeto já foi lido, a partir de agora, tem até 15 dias para que haja o posicionamento do prefeito, a fim de sancioná-lo ou não. Estão à frente da criação do projeto os vereadores Carlo Caiado (DEM), Rafael Aloísio Freitas (Cidadania) e Pedro Duarte (Novo).

Caiado esclarece que apesar da questão do 5G hoje estar muito focada na esfera federal, a instalação de antenas nas cidades depende da legislação municipal, que precisará ser atualizada em todo o Brasil por conta das características dessa nova tecnologia.