Qantas só embarcará em voos internacionais passageiros vacinados contra Covid-19

Aérea australiana está com todos os voos internacionais suspensos devido a restrições governamentais

Foto: Reprodução

Como forma de agilizar o tão necessário reinício seguro das operações aéreas de passageiros, a companhia aérea australiana Qantas anunciou nesta quarta-feira (8) que pretende proibir o embarque em voos internacionais de passageiros que não tenham se vacinado contra a Covid-19.

A informação foi dada pelo CEO da empresa, Alan Joyce. Em nota, o executivo afirmou que todos os funcionários da linha de frente – como tripulação de cabine, pilotos e funcionários do aeroporto – devem estar totalmente vacinados até 15 de novembro de 2021.

O CEO da companhia disse que a Qantas terá uma política internacional de transportar apenas passageiros vacinados. A empresa irá considerar isenções para aqueles que não podem ser vacinados por razões médicas documentadas, embora se espere que “isso seja muito raro”.

Atualmente, a Qantas está com todos os voos internacionais suspensos devido a restrições impostas pelo governo australiano. As fronteiras do país estão fechadas, com isenções concedidas apenas a cidadãos australianos e residentes permanentes, e algumas outras pessoas que possam provar sua necessidade de viajar.