Saques na poupança superam depósitos em R$ 5,467 bilhões em agosto

Os depósitos somaram R$ 295,902 bilhões em agosto, enquanto as retiradas de recursos totalizaram R$ 301,369 bilhões no mesmo período

Foto: Reprodução

Após quatro meses de resultado positivo, o saldo da aplicação na caderneta de poupança voltou a cair com o registro de mais saques do que depósitos. No mês passado, as retiradas superaram os depósitos em R$ 5,467 bilhões, de acordo com relatório divulgado nesta segunda-feira (6) pelo Banco Central (BC).

Os depósitos somaram R$ 295,902 bilhões em agosto, enquanto as retiradas de recursos totalizaram R$ 301,369 bilhões no mesmo período. O resultado interrompeu um ciclo de quatro meses seguidos de ingresso líquido de recursos, quando depósitos na poupança superam saques, segundo a série histórica.

Considerando o rendimento de R$ 2,719 bilhões da caderneta em agosto, o saldo total das contas chegou a R$ 1,036 trilhão. Agosto foi o quarto mês de 2021 em que os saques superaram os depósitos na poupança. Nos meses de janeiro, fevereiro e março, os brasileiros também haviam retirado recursos da caderneta.

No acumulado de janeiro a agosto, a população retirou R$ 15,629 bilhões líquidos da caderneta. Em 2020, em meio à pandemia do novo coronavírus, a poupança havia registrado dez meses consecutivos de depósitos líquidos (de março a dezembro).