‘Saque-aniversário’ do FGTS cresce e já iguala volume retirado em 2020

Até dezembro, o montante deve chegar a R$ 12 bilhões, segundo o Ministério da Economia

Foto: Reprodução

Os trabalhadores sacaram R$ 16,5 bilhões do FGTS na modalidade chamada “saque-aniversário”, que permite a retirada de parte do saldo da conta no mês de aniversário do trabalhador. Até meados de agosto, os saques já somavam R$ 8,1 bilhões em 2021 – quase o mesmo que foi retirado em todo o ano passado.

Projeção de R$ 12 bilhões

Até dezembro, o montante deve chegar a R$ 12 bilhões, segundo o Ministério da Economia. O saque-aniversário começou efetivamente em abril de 2020, no início da pandemia de Covid-19, e fechou o ano em R$ 8,4 bilhões, com um total de 7,1 milhões de operações.

Quase 13 milhões de trabalhadores já aderiram à modalidade, de acordo com balanço do governo. O cotista que opta pelo saque-aniversário continua tendo direito à multa de 40% em caso de demissão, mas perde o direito de retirar o saldo total da conta do FGTS ao ser demitido.