WhatsApp mudará política de privacidade no Brasil

A companhia trabalhou em conjunto com autoridades nacionais para ajustar o documento e adequá-lo à Lei Geral de Proteção de Dados

Foto: Reprodução

WhatsApp irá realizar mudanças em sua política de privacidade direcionada aos usuários brasileiros após as recomendações feitas por órgãos públicos. A companhia trabalhou em conjunto com autoridades nacionais para ajustar o documento e adequá-lo à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

As alterações devem ser apresentadas até o dia 31 de agosto e ainda serão discutidas em conjunto com a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), o Ministério Público Federal (MPF) e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Exigências

Em nota publicada pela ANPD, o WhatsApp se mostrou comprometido a atender exigências e, com isso, a plataforma tornará mais transparente o Aviso de Privacidade destinado aos usuários brasileiros e aplicará regras semelhantes ao que já faz na União Europeia.

Os órgãos disseram que o aplicativo se comprometeu a atualizar os termos sobre o WhatsApp Business (versão comercial do aplicativo), elaborar relatórios de impacto e outros documentos solicitados pela ANPD e desenvolver materiais educativos para os titulares de dados sobre o uso seguro.

Oportunidade positiva

No comunicado, o WhatsApp afirmou que vê como positiva a oportunidade de esclarecer informações a respeito da atualização de sua política de privacidade. Até o dia 31 de agosto deste ano, o WhatsApp deverá apresentar aos órgãos nacionais os efeitos das mudanças na Política de Privacidade