Brasileiro está gastando mais com viagens e casamentos após avanço da vacinação, diz relatório

Turismo cresceu 257,3% no segundo trimestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2020

Foto: Reprodução

O consumo em bares, cinemas, parques, combustíveis, pedágios e até multas de trânsito voltaram a crescer no segundo trimestre deste ano, conforme relatório do Itaú Unibanco, feito a partir de compras feitas com cartões emitidos pelo banco e às vendas transacionadas por sua empresa de meios de pagamento.

De acordo com o levantamento, segmentos como viagens e hotelaria também está em aquecimento, indicando que o brasileiro está “retomando a rotina”. A volta dos gastos e a recuperação do comércio acompanham o avanço da vacinação contra a Covid-19 e a flexibilização das medidas de isolamento social.

A flexibilização também impulsionou o mercado de casamentos – muitos dos quais havia sido adiados pela pandemia no ano passado. As agências matrimoniais e buffets tiveram crescimento de 97,4% no faturamento, na comparação com o mesmo intervalo de 2020 – no entanto, ainda representa uma queda de 51% em relação a dois anos antes.

Com a volta das cerimônias, segmentos como aluguéis de roupa e joalherias foram impactados positivamente e tiveram crescimento de 214,9% e 129,9%, respectivamente. Já o turismo, que teve queda de 90% no faturamento em 2020, cresceu 257,3% no segundo trimestre deste ano, ante o mesmo período de 2020.

Entre as companhias aéreas, a alta foi de 237,1% e no setor, de 255,8%. Outros setores como atividades de bem-estar (spas, centros estéticos e manicure) teve crescimento de 90,7% e bares de 153,5%. Já o lazer (clubes, cinema, teatro, boliche, sinuca, parques e escolas de dança), registrou alta de 176,6%.