Microsoft terá alta de até 20% em preço de alguns de seus principais produtos

Softwares do Microsoft 365, como Teams e Outlook, ficarão mais caros para as empresas

Foto: Reprodução

Microsoft afirmou na última quinta-feira (19) que aumentará em até 20% os preços do pacote de softwares chamado de Microsoft 365, que inclui aplicativos populares como Teams e Outlook. O aumento, que afetará os clientes corporativos, entrará em vigor dentro dos próximos seis meses, em 1º de março de 2022.

Jared Spataro, vice-presidente corporativo para o Microsoft 365, afirmou que a empresa acrescentou duas dezenas de aplicativos ao pacote desde que ele foi lançado. Segundo o executivo, a atualização de preço reflete o aumento de valor que foi entregue aos consumidores ao longo dos últimos 10 anos.

Novos valores

Os planos comerciais básicos terão um aumento de 20%, de US$ 5 para US$ 6 por usuário, e as versões superiores do pacote terão um aumento menor, de 12,5%, de US$ 32 para US$ 36 dólares por usuário. Segundo a companhia, os preços para as versões para o consumidor e educacionais do software não mudarão.

O Microsoft 365 teve vendas de US$ 53,9 bilhões no último ano fiscal, cerca de um terço do total de US$ 168 bilhões em vendas da empresa. A companhia registrou no quarto trimestre do ano fiscal de 2021, período encerrado em 30 de junho, um lucro líquido de US$ 16,5 bilhões (US$ 2,17 por ação), alta de 47%.