Nova York vai pagar cerca de R$ 500 para quem se vacinar contra a Covid-19

Esta não é a primeira medida que busca incentivar a vacinação nos EUA por meio de uma "premiação"

Foto: Reprodução

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, anunciou nesta quarta-feira (28) que a cidade vai pagar US$ 100 – cerca de R$ 500 – para quem for se vacinar contra a Covid-19 no município, em uma nova tentativa para alavancar a imunização contra o novo coronavírus.

A medida passa a valer a partir de sexta-feira (30), quando qualquer pessoa que for a um centro de vacinação receber sua dose receberá um cartão de débito pré-pago com a quantia. Em pronunciamento, Blasio afirmou que os incentivos ajudam imensamente a aumentar as taxas de vacinação.

Esta não é a primeira medida que busca incentivar a vacinação nos EUA por meio de uma “premiação”. Governos locais já ofereceram incentivos tão distintos quanto cerveja, desconto no supermercado, donuts grátis por um ano, ingresso para jogo de beisebol, flores, cigarro de maconha e até o sorteio de um carro.

A oferta de benefícios tenta atingir os cerca de 2 milhões de nova-iorquinos que ainda não se vacinaram contra a Covid-19, e é aumentada pela preocupação com a variante delta. Blasio também anunciou que todos os funcionários municipais – incluindo professores e policiais – serão obrigados a se vacinar até meados de setembro.

A prefeitura da cidade americana informou que passará a exigir que servidores públicos que ainda não se vacinaram deverão fazer testes semanais para diagnosticar a Covid-19. A medida acompanha a recomendação do governo estadual, chefiado por Andrew Cuomo, que reforçou a importância da vacinação para este grupo.