Lucro da Tesla sobe 998% no 2º trimestre, para US$ 1,14 bilhão

No mesmo período do ano passado, os ganhos da empresa liderada por Elon Musk foram de US$ 104 milhões

Foto: Reprodução

Tesla registrou lucro de US$ 1,14 bilhão no segundo trimestre deste ano, patamar recorde e 998% acima do registrado no mesmo período de 2020. No mesmo período do ano passado, os ganhos da empresa liderada por Elon Musk foram de US$ 104 milhões.

A receita obteve alta de 98%, para US$ 12 bilhões, na comparação anual e, no trimestre, a empresa entregou 200 mil carros, outra cifra recorde. Enquanto o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização ajustado mais que dobrou, para US$ 2,49 bilhões.

Em nota, a Tesla reiterou seu prognóstico para este ano: “esperamos alcançar uma média de crescimento anual de 50% na entrega de veículos. Em alguns anos, cresceremos mais, o que esperamos para 2021”, informou a empresa especializada em veículos elétricos.

A empresa disse que está progredindo em fábricas na Alemanha e no estado do Texas, que estão prestes a produzir os veículos Model Y até o fim do ano. A produção na China “continua forte”, apesar de uma cadeia de abastecimento “menor”, acrescentou a Tesla no comunicado.

Os bitcoins, que haviam impulsionado o balanço da Tesla no primeiro trimestre deste ano, apresentaram um revés entre abril e junho. A queda na cotação da criptomoeda resultou em um prejuízo de US$ 23 milhões para a companhia, já esperado pelo mercado.