Bitcoin volta a se aproximar de US$ 40 mil após rumores envolvendo Amazon

Gigantes da tecnologia parecem se interessar novamente pela volátil criptomoeda e estariam impulsionando o movimento

Foto: Reprodução

O anúncio de que a Amazon está procurando um executivo para cuidar de uma “estratégia de blockchain e moedas digitais” impulsionou a valorização das criptomoedas nesta segunda-feira (26). O valor do bitcoin disparou e voltou a se aproximar do patamar de US$ 40 mil.

Os rumores apontam que a Amazon pode começar a aceitar as moedas digitais como forma de pagamento até o final do ano. Por volta das 8h30, o bitcoin ganhava 11,73%, nos US$ 38.472, segundo dados da Coindesk. Mais cedo, chegou a alcançar US$ 39.544. Na semana passada, a criptomoeda recuou abaixo de US$ 30 mil pela primeira vez em um mês.

O cofundador e CEO da Tesla, Elon Musk, também afirmou que o grupo poderá voltar a aceitar a criptomoeda como forma de pagamento, apontou a France Presse. As movimentações e declarações de Musk têm sido apontadas como a principal razão para a forte volatilidade recente do bitcoin.

As criptomoedas ou ativos digitais não servem apenas para facilitar transações. As blockchains que armazenam as moedas permitem o que os especialistas chamam de “soluções de segunda camada”. Basicamente, são as aplicações possíveis dentro dessa cadeia de blocos, como os NFTs e DeFis na blockchain da ethereum.