Olimpíadas 2021: Máscaras oficiais do Brasil são fabricadas em impressão 3D

As máscaras são fabricadas com tecidos para roupas e calçados esportivos, com filtro N95 e o molde em impressão 3D

Foto: Divulgação

Nesta edição, o uniforme oficial dos atletas que disputam os Jogos Olímpicos de Tóquio ganhou um novo e importante adereço: as máscaras de proteção contra a Covid-19. Todos os brasileiros envolvidos, entre os 300 atletas e a delegação, usarão a mesma máscara, impressa em 3D, confeccionada pela Fiber, empresa do grupo gaúcho Top Shoes Brasil.

Filtro N95

Ao todo, foram confeccionados cerca de 2,5 mil itens de proteção para os atletas, treinadores, jornalistas e toda a equipe do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Chamadas de Fiber Knit, são três cores de máscaras, sendo elas o verde-militar, o azul-marinho e a branca. As máscaras também têm estampas com o logo do COB.

Além do Comitê Olímpico, as máscaras também são oficiais da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). As máscaras são fabricadas com tecidos para roupas e calçados esportivos, com filtro N95 e o molde em impressão 3D. São dois modelos: “Sport” e “Air”. A primeira é com apenas uma tira, utilizada por corredores. Já a segunda é um novo modelo da Fiber.

Como adquirir

O diretor comercial da Top Shoes, Thiago Dal Pizzol, conta que a máscara oficial já está sendo disponibilizada pelo site oficial do COB. Além disso, já estão disponíveis no site da empresa e nas principais lojas de esportes do país. Assim que as Olimpíadas iniciarem, a venda das máscaras irão iniciar também, comentou.

A Fiber foi fundada em 2016 com foco na indústria calçadista, com uso de tecnologia na produção. Desde o início da pandemia, a empresa já produziu 3 milhões de máscaras da Fiber. Hoje, a produção varia entre 10 mil a 12 mil itens por dia, e o produto está disponível em cerca de 1,2 mil lojas de esportes pelo Brasil, além da própria loja e-commerce da empresa.