Auxílio emergencial é prorrogado por mais três meses

Benefício acabaria em julho e, com prorrogação, será pago também em agosto, setembro e outubro

Foto: Reprodução

O Governo Federal anunciou, nesta segunda-feira (05), a prorrogação do auxílio emergencial por mais três meses. O benefício acabaria em julho e, com a prorrogação, também será pago em agosto, setembro e outubro. Os valores das parcelas continuam os mesmos, variando entre R$ 150 e R$ 375.

Para aumentar o prazo, o decreto que prorroga o pagamento do auxílio, instituído pela Medida Provisória nº 1.039, em março de 2021, foi editado – a MP previa o pagamento em quatro parcelas, com a possibilidade de prorrogação. O benefício será operacionalizado e pago pelos meios e mecanismos já utilizados para o pagamento do auxílio nos meses anteriores.

O calendário completo de pagamento ainda precisa ser divulgado pela Caixa Econômica Federal, responsável por fazer os depósitos. O Ministério da Cidadania informou que serão mantidos os valores pagos atualmente: 

  • pessoas que moram sozinhas: R$ 150 por mês;
  • mulheres chefes de família: R$ 375 por mês;
  • demais beneficiários: R$ 250 por mês.