JP Morgan anuncia compra de 40% do C6 Bank

Investimento deve acelerar o crescimento do C6 Bank e marca a entrada do banco americano no varejo bancário brasileiro

O JP Morgan anunciou, nesta segunda-feira (28), a compra de uma participação de 40% no banco digital C6 Bank. O acordo marca a entrada do banco americano no varejo bancário brasileiro.

Lançado em 2019, por ex-executivos do BTG, o C6 tem mais de 7 milhões de clientes e está presente em todos os municípios do Brasil.

Em nota, Sanoke Viswanathan, CEO de varejo internacional do JP Morgan, declarou que estão felizes em fazer parceria com um dos bancos digitais que mais crescem no Brasil.

Marcelo Kalim, CEO e cofundador do C6 Bank, afirma que a parceria com o JP. Morgan, o maior banco do hemisfério Ocidental e uma das marcas de banco mais prestigiosas do mundo, é um divisor de águas.

Para o empresário, essa parceria estratégica permite ganhar ainda mais escala no negócio e continuar oferecendo aos consumidores brasileiros os melhores produtos financeiros.

Daniel Darahem, senior country officer declarou para o Brasil do JP Morgan, que estão entusiasmados para usar suas competências globais e expertise do JP Morgan para acelerar o crescimento do C6 Bank, e finalizou afirmando a sua satisfação em apoiar os esforços do país para desenvolver e transformar o segmento de varejo.

História

O JP Morgan está no Brasil há quase 60 anos. O segmento de varejo, com a marca Morgan, oferece produtos bancários para consumidores nos Estados Unidos e tem mais de 55 milhões de clientes ativos digitalmente.

Investimento

Em dezembro do ano passado, o C6 anunciou uma captação de R$ 1,3 bilhão, sendo avaliado na ocasião em R$ 11,3 bilhões. O dinheiro veio de um grupo de 40 investidores, entre pessoas físicas e family offices, todos brasileiros.

Na ocasião, Kalim disse ao Valor Econômico que a instituição se preparava para um IPO, que poderia acontecer no prazo de um ano.