Pesquisa dá dicas de como se destacar em redes sociais profissionais como o LinkedIn

Pesquisa investigou as vantagens de ter uma conta premium em redes sociais profissionais e concluiu que só ter os recursos extras não basta

Foto: Reprodução

Se for usado corretamente, o LinkedIn é uma das melhores maneiras de construir sua identidade profissional, aumentar sua rede de contatos, trocar ideias e ter uma chance de ser “descoberto”. Para se destacar, no entanto, não basta ter um perfil repleto de experiências e habilidades profissionais, é necessário saber usar as ferramentas de forma estratégica.

Uma pesquisa, conduzida por Andreas Lanz, professor assistente de marketing da HEC Paris, investigou as vantagens de ter uma conta premium em redes sociais profissionais. O estudo, que analisou a experiência de usuários em uma plataforma profissional da Europa, cujo nome não foi revelado, apontou que criar conteúdo e interagir com outras pessoas é crucial para se destacar como profissional.

Benefícios da assinatura

À princípio, a pesquisa analisou as experiências de 215 profissionais freelancers e 70 deles receberam um voucher para acessar as ferramentas da versão paga da rede social. Entre os benefícios dos assinantes estavam funcionalidades como a exibição de um símbolo diferente no perfil que indicava a conta premium e a possibilidade de enviar mensagens sem a necessidade de adicionar os usuários.

De acordo com o estudo, a presença do emblema premium no perfil está relacionada a um aumento do capital social dos profissionais, ou seja, do seu número de seguidores e conexões. Contudo, o efeito é significativamente menor do que o trazido por funcionalidades mais ativas, como a possibilidade de enviar mensagens a qualquer usuário.

Utilização ativa

Após mudarem os seus hábitos aproveitando as novas funções, os profissionais intensificaram o capital social em 4,609%. Na segunda fase, a análise estudou o comportamento de 52,4 mil freelancers com contas na plataforma. A conclusão não foi muito diferente: uma utilização ativa apontou maior potencial de trazer resultados para os profissionais.

O estudo concluiu que versões premium de redes sociais profissionais são mais vantajosas se os usuários souberem aproveitar as suas possibilidades. Para Andreas Lanz, um dos maiores exemplos de aproveitamento das redes sociais é a atuação do empresário Elon Musk, fundador das companhias Tesla e SpaceX.

Suas publicações no Twitter provocam até mesmo efeitos no mercado financeiro. O empresário está muito presente em todas as redes sociais, e isso o permite criar oportunidades de negócios que outros CEOs e empreendedores nunca terão, diz Lanz. Segundo ele, companhias também podem aproveitar o potencial trazido por essas redes.