Revitalização do Centro Histórico de São Luís sai do papel por meio das primeiras iniciativas

Ação tem finalidade de revitalizar as áreas comercial, cultural e de lazer no centro da capital maranhense

Foto: Reprodução

As obras de funcionamento do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e outros setores da empresa de telecomunicações TVN serão finalizadas no fim deste mês de junho. 

Localizadas na Rua da Estrela, nº 472, as reformas fazem parte do programa Adote um Casarão, cujo intuito é revitalizar o Centro Histórico de São Luís.

Compromisso 

O programa é coordenado pela Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) e oferece imóveis do Estado, desocupados ou subocupados, para empresas, grupos culturais e instituições educacionais. 

Como contrapartida, os “locatários” se comprometem a recuperar e ofertar serviços que possam dar mais movimento à área central da capital. 

Outras iniciativas

Os outros ganhadores dos editais do programa estão seguindo o exemplo da TVN e promovendo a recuperação dos imóveis e a oferta de atividades no Centro Histórico de São Luís. Entre eles, estão o grupo cultural Mandingueiros do Amanhã (prédio na Rua da Estrela), a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), com a instalação de cursos no prédio do Centro Caixeiral (Praça Benedito Leite), além de empresários lojistas, com o Shopping Rua Grande. 

O SESI instalará um Centro Tecnológico e Cultural da Indústria em um imóvel na Praça João Lisboa, e o setor empresarial do ramo da gastronomia está recuperando um casarão, também na Praça João Lisboa, para ser um bistrô e café.

TVN, UEMA e Secti

O casarão colocado à disposição para a TVN era um grande galpão industrial onde já atuaram repartições públicas. Dividido em dois blocos longitudinais, com três níveis internos. Dos 1.140,00 m² de área, foi concedido para a empresa um dos blocos, com aproximadamente 495 m², em dois níveis. 

O restante do espaço será recebido pela UEMA, que introduzirá, no local, atividades de pós-graduação na área de Ciência da Computação e pela Secti.

Para Davi Telles, secretário da Secti, a ideia principal do ambiente é inspirada no conceito Hélice Tríplice, com base na concepção de unir a iniciativa privada (nesse caso representada pela TVN), universidade (UEMA) e o Estado (Secti).