Investimento em startup foi de R$ 19,7 bi em 2020

De 2011 para cá, o número de startups cresceu numa média de 100% ao ano e alcançou a marca de 13,5 mil empresas

Foto: Reprodução

O movimento de aquisições de startups por grandes empresas só tem sido possível pelo amadurecimento do chamado “ecossistema” de inovação. De 2011 para cá, o número de startups cresceu numa média de 100% ao ano e alcançou a marca de 13,5 mil empresas, segundo a Associação Brasileira de Startups (Abstartups).

Esse avanço ocorreu, sobretudo, por causa da enorme liquidez e redução das taxas de juros no mundo. No ano passado, o setor recebeu R$ 19,7 bilhões em investimentos, segundo dados da Abstartups. Com a queda da Selic, os investidores tiveram de buscar novas formas para remunerar o capital, e os fundos de venture capital – que apostam em startups – se tornaram opção.

O presidente da associação, Felipe Matos, afirmou que, de janeiro a abril, já obteve investimentos da ordem de 70% do que foi destinado ao setor no ano passado – cerca de US$ 2,3 bilhões. Segundo ele, a pandemia trouxe uma nova realidade e, assim, a tecnologia ganhou grande presença com as necessidades das empresas para atender a população, o que impulsionou fusões e aquisições e aberturas de capital.