Garoa planeja expandir agtechs na região Nordeste

O Garoa Habitat, criou o Agrodan, programa de inovação aberta voltado a startups do gênero

Foto: Reprodução

Algumas empresas manifestam bastante interesse em unir agronegócio à tecnologia. O segmento já mostra um bom desempenho mesmo que em passos lentos. Uma dessas empresas desenvolveu uma iniciativa a fim de expandir as agritechs no Nordeste, o Garoa Habitat, que criou o Agrodan, programa de inovação aberta voltado a startups do gênero.

A Agrodan vai completar 1 ano em junho de 2021. O Garoa é do agreste de Pernambuco e conta com profissionais das áreas de agronomia, comunicação, gestão empresarial, marketing e tecnologia. A empresa tem retorno de receita de 90% retirado do projeto, a expectativa é que ainda este ano novas parcerias sejam fechadas.

Parcerias

Por meio da iniciativa, o Garoa já conta com uma lista de fortes parceiros, entre eles estão a Embrapa e Sebrae. A empresa é nova no mercado, mas durante seu período de existência já lançou um projeto para fortalecimento tecnológico e operacional da Agrodan, que está entre as principais produtoras de manga do Vale do São Francisco, na divisa entre a Bahia e Pernambuco. A Agrodan é responsável por quase 90% das exportações de manga do país.

No ano passado, a Agrodan abriu espaço para novas startups do segmento desenvolverem projetos com os mesmos fins, contribuir com soluções voltadas ao agronegócio.

A partir daí foi lançado o projeto Agrodan Tech, que se dividia em cinco eixos: monitoramento dos frutos; irrigação; monitoramento de pragas, doenças, ervas daninhas e estresse das plantas; tecnologia de aplicação de produtos nas lavouras e melhora da logística pós-colheita.

Referências para as agritechs

Foram registradas 113 inscrições para a primeira chamada, mas somente oito delas passaram para a última fase, que já inicia esta semana. Segundo José Augusto Branco, um dos fundadores da Garoa, nos próximos cinco anos, a ideia é transformar o Nordeste em uma referência para as agtechs. Antes de se associar a Garoa, Branco passou pela por startups de saúde no Porto Digital, em Recife.

O diretor comercial da Agrodan, Paulo Dantas comentou sua chegada e contribuição nos negócios, Dantas conheceu a empresa durante sua participação no júri de uma rodada de incubação com startups. Ele diz acreditar que as startups selecionadas trarão um ganho expressivo e rápido em tecnologia.

Investimentos

A parceria com o habitat de inovação desembolsou R$ 200 mil. Entre os gastos estão inclusos com a elaboração e execução da chamada do desafio, além da contratação das startups participantes.