Microsoft comunica o fim da Internet Explorer em 15 de junho de 2022

Navegador começou a perder para o Chrome do Google no final dos anos 2000 e se tornou objeto de incontáveis memes da internet por lentidão

Foto: Reprodução

A Microsoft comunicou que encerrará o navegador Internet Explorer e o seu suporte em 15 de junho de 2022. Lançado em 1995, o navegador se tornou dominante por mais de uma década, já que era fornecido com o sistema operacional Windows da Microsoft, que já vinha pré-instalado em bilhões de computadores. Em seu blog oficial, a companhia informou que irá substituí-lo pelo novo navegador Edge.

O navegador começou a perder para o Chrome, do Google, no final dos anos 2000, quando se tornou objeto de incontáveis memes da internet por sua lentidão em comparação com seus rivais. Para competir melhor, a Microsoft lançou o navegador Edge em 2015, que roda na mesma tecnologia do navegador do Google. A empresa aconselha as pessoas a começarem a usar o Edge, caso ainda estejam no Internet Explorer. 

De acordo com Sean Lyndersay, gerente de programa do Microsoft Edge, o futuro da empresa está no novo navegador. O Edge é “mais rápido, mais seguro e oferece uma experiência de navegação mais moderna”, admitiu o executivo, além de ser “compatível com sites e aplicativos mais antigos”. Para empresas que desenvolveram aplicações que só funcionam no antigo, Lyndersay informa que o Edge possui um modo de compatibilidade.