Smartphones da Motorola poderão ser carregados pelo ar

A tecnologia dispensa a necessidade de carregadores em tomadas, permitindo transmitir energia sem fios

Foto: Reprodução

Motorola fechou uma parceria com a startup norte-americana GuRu Wireless e, com isso, lançará um sistema que possibilita carregar o celular a um 1 metro de distância. A tecnologia dispensa a necessidade de carregadores em tomadas, permitindo transmitir energia sem fios.

O vídeo publicado no Vimeo mostra como a GuRu realiza esse processo. Por meio de um aparelho base que fica pendurado no teto, os aparelhos celulares conseguem receber energia que fica focada apenas neles. O vídeo pode ser assistido no Vimeo.

Energia pelo ar

O GuRu RF Lensing e o carregamento ocorre por um sistema de transferência de energia que usa radiofrequência, com pequenos módulos da GuRu enviando energia pelo ar. É necessário alertar os usuários do sistema que é proibido manter os celulares nas mãos enquanto eles recebem energia. O aparelho só pode voltar ao dono quando estiver 100% carregado.

A tecnologia é bastante atraente, mas ainda está na fase de testes, ou seja, sem previsão para ser lançada no mercado. Antes da Motorola, outra marca que apresentou uma ideia parecida foi a Xiaomi, a Mi Air Charge Technology, que usa ondas eletromagnéticas para carregar os aparelhos, mas também foi mantida apenas nos planos. Não foi disponibilizada para os consumidores.