Banco Inter alcança 10 milhões de clientes e registra R$ 21 milhões de lucro no 1º trimestre

Apenas de janeiro a março, foram abertas mais de 1,7 milhão de novas contas, salto de 98,3% em relação ao mesmo período de 2020

Foto: Reprodução

O Banco Inter registrou lucro líquido contábil de aproximadamente R$ 21 milhões no primeiro trimestre do ano, revertendo prejuízo de R$ 8,4 milhões um ano antes, com forte crescimento na base de clientes e em receitas totais. A instituição financeira alcançou a 10,2 milhões de clientes nos primeiros três meses de 2021, crescimento de 106% ano a ano.

Apenas de janeiro a março, foram abertas mais de 1,7 milhão de novas contas, salto de 98,3% em relação ao mesmo período de 2020. As receitas totais atingiram R$ 541,8 milhões no período, crescimento anual de 95%, influenciado pelas receitas de prestação de serviços, que aumentaram 113%, apoiadas particularmente pelas unidades Inter Shop e Inter Seguros

A receita média por cliente (ARPU) do banco digital aumentou 8,5%, para R$ 190,80, enquanto o custo de aquisição de clientes atingiu R$ 27,76 por cliente, acréscimo de 14,4%. Já o volume em depósitos à vista somou R$ 7 bilhões no primeiro trimestre, aumento de 174%. O saldo médio em conta superou R$ 1,3 mil e a inadimplência caiu para 2,6%, de 4,62% no primeiro trimestre do ano passado.

Ao Valor Econômico, a diretora financeira e de relações com investidores do Inter, Helena Caldeira, afirmou que o banco tem conseguido crescer a base, diminuindo o custo de aquisição de clientes e mantendo um NPS – métrica de satisfação do usuário – elevado. Segundo ela, esse crescimento vem junto com a monetização, mas há muito espaço para expansão, uma vez que muitos clientes são recentes e vão consumindo mais produtos.

A executiva explicou ainda que a carteira deve continuar crescendo a ritmos elevados, especialmente no imobiliário e consignado, onde o Inter possui bastante experiência e tem conseguido ganhar participação de mercado. Ao mesmo tempo, não há nenhum sinal de deterioração da qualidade de crédito, com aumento da inadimplência, acrescentou.

Em seguros, o Inter registrou 367 mil segurados, com crescimento de 385% na comparação anual. O volume de prêmios foi de R$ 35 milhões, com expansão de 44%. Já na plataforma de investimento Inter Invest, o banco tem R$ 52 bilhões em ativos sob custódia (AuC), com crescimento anual de 154%, e 1,5 milhão de clientes ativos. No Inter Shop as vendas (GMV) tiveram alta anual de 1.648%, a R$ 676 milhões.