Vendas e produção de veículos saltam ante abril de 2020, diz Anfavea

Na comparação com março de 2021, contudo, houve um declínio de 7,5%

Foto: Reprodução

As vendas e a produção de veículos saltaram em abril, confirme dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Em abril, numa base de comparação muito fraca, o aumento na venda de veículos no Brasil reflete o forte impacto do início da pandemia de Covid-19, há um ano, na atividade da indústria automobilística no país.

O licenciamento de 175,1 mil veículos em abril representou um avanço de 214,2% na comparação com o mesmo mês de 2020. Na comparação com março de 2021, contudo, houve um declínio de 7,5%. O presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, lembrou que, no mês passado, teve três dias úteis a menos e que, em abril do ano passado, as concessionárias estavam fechadas.

Segundo ele, abril do ano passado foi muito difícil em razão das medidas de segurança contra o novo coronavírus. O executivo destacou que o crescimento dos números no setor depende de como a economia se comportará nos próximos meses, de como será a vacinação, como as cidades serão liberadas e como será o enfrentamento dos desafios da logística, um dos pontos de preocupação do setor.

A produção em abril foi de 190,9 mil, o que representou uma queda de 4,7% na comparação com março. Quando comparada a abril de 2020, a produção de novos veículos teve aumento de 10.236,1% – em abril do ano passado foram produzidas 1,8 mil unidades. A soma dos veículos produzidos entre janeiro e abril foi de 788,7 mil, 34,2% a mais do que os 587,7 mil produzidos nesse mesmo período em 2020.