Banco Central aprova aquisição da Easynvest pelo Nubank

Enquanto os trâmites finais da aquisição são tratados, o Nubank e a Easynvest trabalham no plano de transição e de integração dos serviços

Foto: Reprodução

O Nubank informou, nesta terça-feira (4), que recebeu a aprovação do Banco Central (BC) para adquirir a Easynvest, corretora digital com mais de 1,5 milhão de clientes e R$ 26 bilhões de ativos sob custódia. Com o sinal verde do órgão regulador, as duas empresas podem dar prosseguimento ao processo de conclusão do negócio anunciado em setembro de 2020.

O negócio foi anunciado em novembro do ano passado e não teve os valores revelados. Antes da aprovação pelo BC, o Nubank já havia recebido o aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) no mesmo mês. Segundo o banco digital, o processo de análise e a aprovação dos dois reguladores transcorreram “de forma natural, sem quaisquer restrições ou apontamentos no meio do caminho”.

Enquanto os trâmites finais da aquisição são tratados, o Nubank e a Easynvest trabalham no plano de transição e de integração dos serviços. Por enquanto, permanecem operando com experiências, aplicativos e centrais de atendimento distintos. Em nota, o Nubank apontou que a aprovação é mais uma etapa concluída dentro do compromisso de “reinventar o mercado de investimentos” no Brasil. 

A partir de agora, o Nubank vai para cima do mercado de investimentos. Recentemente, a fintech anunciou seus primeiros fundos de investimento multimercado, que ainda está fase de testes. Além disso, já está em curso uma expansão internacional. Em janeiro, recebeu um aporte de US$ 400 milhões e boa parte desse investimento vai para a expansão para o México.