Netflix atinge lucro satisfatório no 1° trimestre de 2021, mas não ganha novos assinantes

Somente no primeiro trimestre de 2021 a alta foi de 140% e o lucro líquido de US$ 1,707 bilhão

Foto: Reprodução

A Netflix informou que, somente no primeiro trimestre de 2021, registrou alta de 140% e o lucro líquido satisfatório de US$ 1,707 bilhão, ante o mesmo período de 2020. A receita da plataforma de streaming atingiu 24,2% no primeiro trimestre e US$ 7,163 bilhões.

Com ajuste do lucro ficando em US$ 3,75, houve superação no que era esperado pelo projeção da FactSet, que era de US$ 2,97. De acordo com Michael Hewson, analista de mercado da CMC Markets, o número de novos usuários da plataforma de streaming decepcionou.

Abaixo da previsão

No período entre fevereiro e março deste ano, 3,98 milhões de novos assinantes líquidos passaram a integrar a plataforma. Mesmo assim, Hewson explica que a previsão era de que registrasse 6,3 milhões de novos assinantes.

Diante do resultado, a Netflix declarou aos acionistas, por meio de comunicado, que o primeiro trimestre de 2021 encerrou com 208 milhões de assinaturas pagas, um aumento de 14% na comparação anual, mas abaixo da previsão de 210 milhões de assinaturas pagas.

Impactos da pandemia

Um motivo que, de acordo com a empresa, impactou nos números, foi a pandemia causada pela Covid-19. Com todo o mundo parado, as gravações atrasaram e os filmes e séries demoraram mais tempo para serem produzidas.

A expectativa da companhia é que no próximo semestre o lucro líquido alcance US$ 1,865 bilhão e a receita chegue a US$ 7,302 bilhões. Quanto aos assinantes, a empresa espera atingir a meta de 1 milhão de novos assinantes líquidos.