Ao superar US$ 62 mil, Bitcoin bate novo recorde no mundo das criptomoedas

Os investidores estão na expectativa com a estreia da Coinbase, uma corretora de criptomoedas que vai lançar ações na Nasdaq amanhã (14)

Foto: Reprodução

Nesta terça-feira (13), às 8h30 GMT (5h30 de Brasília), o bitcoin registrou cotação de US$ 62.732, o que significa um aumento de 114% em seu valor desde o início do ano, no momento em que Wall Street está a ponto de receber pela primeira vez em suas cotações uma empresa dedicada às criptomoedas. Assim, o valor do bitcoin superou bateu novo recorde de cotação.

Os investidores estão na expectativa com a estreia da Coinbase, uma corretora de criptomoedas que vai lançar ações na Nasdaq amanhã (14). De largada, o esperado é que a Coinbase já saia valendo 100 bilhões de dólares. Além disso, muitos investidores tradicionais estão demonstrando interesse pelo bitcoin, a principal criptomoeda, e grandes nomes como JP Morgan ou BlackRock, oferecem fundos especializados a seus clientes.

Analistas avaliam cenário

Naeem Aslam, analista da Avatrade, avalia que o cenário é um sinal importante, uma vez que indica que cada vez é mais improvável que os reguladores decidam mostrar-se mais duros com o setor. Apesar da onda de aceitação popular neste ano, Ipek Ozkardeskaya, analista da Swiss Quote, alerta que o bitcoin ainda está longe de se tornar uma forma de pagamento amplamente usada.