Google e Facebook investem em novos cabos que ligam a América à Ásia

Cabos serão os primeiros a conectar diretamente a América do Norte a algumas das principais partes da Indonésia, segundo executivo do Facebook

Foto: Reprodução

O Facebook e o Google estão desenvolvendo um projeto para ligar a América do Norte com o sudeste da Ásia por meio de cabos submarinos, com o objetivo de aumentar a velocidade do tráfego de internet entre as duas regiões. Chamados de “Echo” e “Bifrost”, os cabos submarinos serão os primeiros a passar por uma nova rota diversificada cruzando o Mar de Java.

Em entrevista à Reuters, o vice-presidente de Investimentos de Rede do Facebook, Kevin Salvadori, afirmou que o projeto aumentará a capacidade submarina geral no transpacífico em cerca de 70%. O “Echo” vai ter a participação do Google, e a previsão é de que seja entregue até 2023. Enquanto o “Bifrost”, que é patrocinado pelo Facebook, deve ficar pronto em 2024.

Os cabos, que precisarão de aprovação regulamentar, segundo o executivo, serão os primeiros a conectar diretamente a América do Norte a algumas das principais partes da Indonésia e aumentarão a conectividade para as províncias central e oriental do quarto país mais populoso do mundo. O projeto segue os investimentos anteriores do Facebook para construir conectividade na Indonésia.

Importância dos cabos submarinos

Eles são usados em trechos de mar para ligar estações terrestres e, assim, transmitir sinais de telecomunicações por longas distâncias. Para isso, são instalados no assoalho oceânico. Esses cabos recebem proteção mecânica adicional para que sejam instalados sob a água: normalmente, têm interior de aço e isolamento especial. 

O Facebook segue trabalhando com o Google em um cabo submarino que ligará os Estados Unidos à Taiwan e às Filipinas. O projeto, batizado de “Pacific Light Cable Network”, também previa uma conexão com Hong Kong, mas o desenvolvimento do trecho foi interrompido devido à preocupações com segurança apontadas por reguladores americanos.