TVs, câmeras e fones da Sony deixam de ser vendidos no Brasil

A empresa japonesa de produtos eletroeletrônicos já havia anunciado, há alguns meses, o encerramento das operações em março de 2021

Foto: Reprodução

O setor comercial brasileiro perde mais uma grande representante em vendas de produtos como TVs, câmeras e equipamentos. Até o fim de março, a Sony encerra suas atividades no país. A informação foi confirmada pela própria empresa no último dia 1°. Os importados irão continuar, a lista conta com os videogames PlayStation 4 e PlayStation 5. Também continuam ativas áreas como a Sony Pictures e a Sony Music.

A empresa japonesa de produtos eletroeletrônicos já havia anunciado, há alguns meses, o encerramento das operações em março de 2021. Em setembro de 2020, essa promessa surgiu junto do anúncio de fechamento da sua única fábrica brasileira, no Amazonas. Na época, a companhia afirmou que a decisão visa fortalecer a estrutura e a sustentabilidade de seus negócios, para responder às rápidas mudanças no ambiente externo.

Veja o comunicado completo:

Como anunciado em setembro de 2020, a Sony Brasil irá encerrar suas atividades comerciais ao final do mês de março de 2021. Com isso, iremos interromper as vendas de produtos eletrônicos como TVs, câmeras e equipamentos de áudio. Os demais negócios do grupo Sony (Games, Soluções Profissionais, Music e Pictures) seguirão atuando no mercado local sem nenhuma mudança.

Queremos reiterar que manteremos a alta qualidade de pós-venda e suporte de reparo para todos os produtos sob nossa responsabilidade comercial pelo tempo necessário, estando em conformidade com os regulamentos e requisitos locais de proteção aos consumidores, política e garantia de produtos.

Também queremos agradecer por todo apoio e confiança que vocês depositaram em nossa marca ao longo de todos esses anos. Juntos, tivemos vários momentos conectados através da arte, do entretenimento e do amor pela tecnologia.