GPA deve iniciar venda no Mercado Livre no fim de março

É a primeira parceria do grupo com uma plataforma de comércio eletrônico

Foto: Reprodução

O grupo de varejo GPA deve anunciar o acordo de venda de produtos no marketplace do Mercado Livre ainda este mês. A intenção é que a operação, que será a primeira parceria do grupo com uma plataforma de comércio eletrônico local, comece no fim de março. 

O Mercado Livre integra várias lojas oficiais de redes de varejos de diferentes bandeiras na hospedagem de seu site e aplicativo. Elas operam em um ambiente de venda separado. Segundo o GPA, o grupo ainda estuda a entrada nas plataformas de venda on-line do Magazine Luiza e B2W — que engloba o site das Americanas e o Submarino.

As negociações atuais estão voltadas para condições do contrato, como taxas cobradas sobre venda e frete. No dia 24 de fevereiro, em teleconferência com analistas, o GPA informou que, como forma de acelerar a sua venda digital, estava aberto a fechar acordo com marketplaces pelo Brasil, mas não detalhou as operações.