Bill Gates diz ser ‘bobagem’ colonizar Marte e que as pessoas devem parar de comer carne

O bilionário argumentou que é necessário e mais efetivo se concentrar na resolução de problemas da Terra

Bill Gates, fundador da Microsoft (Foto: Reprodução)

Colonizar Marte para garantir o futuro da humanidade é uma ideia defendida pelos bilionários Elon Musk, da Tesla e SpaceX, e Jeff Bezos, da Amazon, que apontam a fuga para outro planeta como uma forma de lidar com as mudanças climáticas na Terra. Contudo, Bill Gates, da Microsoft, acredita que o plano não passa de “bobagem”, em entrevista ao podcast Sway do The New York Times.

Durante a conversa com a jornalista Kara Swisher, cujo tema principal eram as alterações climáticas, assunto abordado por ele em seu novo livro Como evitar um desastre climático – As soluções que temos e as inovações climáticas, Gates argumentou que é necessário e mais efetivo se concentrar na resolução de problemas da Terra.

Parar de comer carne deveria ser prioridade

Gates disse que o mundo deve parar de comer carne animal, se quiser barrar o aquecimento global e impedir uma iminente catástrofe. Com a evolução da indústria de proteínas vegetais e as diferenças de textura, sabor e aspecto, nosso futuro alimentar, segundo ele, deve se basear em plantas e em carnes sintéticas, feitas em laboratório.

O bilionário se tornou um filantropo e ativista de causas humanitárias e ambientais. Para ele, se as nações desenvolvidas se tornassem completamente vegetarianas o mais rápido possível, haveria um impacto positivo em relação aos problemas ambientais muito mais significativo do que ficar pensando em como habitar em outros planetas.

Já os países mais pobres, por enquanto, não teriam como fazer o mesmo, devido ao custo ainda elevado desses alimentos. Ele reforça que os hábitos alimentares têm consequências: a criação de gado é, ao lado da queima de combustíveis fósseis, a maior responsável pela emissão de gases do efeito estufa, principalmente o metano, na atmosfera.

Questionado se iria ao Planeta Vermelho, ele respondeu que prefere gastar sua fortuna de outra maneira. Apesar das indiretas aos colegas bilionários, Gates distribuiu elogios, principalmente ao Elon Musk, lembrando que a Tesla é uma das maiores contribuições para a mudança climática já feitas por alguém devido aos seus carros elétricos.

Outros trabalhos mais urgentes

Entre outros trabalhos mais urgentes a serem feitos, o filantropo destacou a importância de se investir na descarbonização das indústrias e na distribuição de vacinas que podem ajudar a salvar vidas, como por exemplo a combater a pandemia de Covid-19.