Facebook planeja lançar seu próprio relógio inteligente em 2022

O produto chegará ao mercado em 2022, caso não ocorra nenhum problema

Foto: Reprodução

O Facebook aposta em novos dispositivos para os próximos anos. Em 2022, a novidade que deve chegar ao mercado é um smartwatch, relógio inteligente próprio. O objetivo de desenvolver um hardware já existia, mesmo em meio a uma onda de iniciativas fracassadas na mesma área e, até o momento, nenhuma conseguiu emplacar.

Um dos exemplos citados como produto físico fracassado foi o Portal. A linha de produtos integrados com inteligência artificial deixou a desejar no mercado, não atingindo sucesso necessário, além de ter recebido fortes críticas e rejeição por parte dos consumidores.

Recursos para acompanhamento de saúde

O smartwatche é sinônimo de praticidade, e o Facebook segue o mesmo modelo de uso, anulando a necessidade de tirar o celular do bolso para determinadas funcionalidades, como trocar mensagens, por exemplo. Além disso, o dispositivo também fornece aos usuários recursos para acompanhamento de saúde e exercícios.

Segundo o The Information, não existe confirmação, até o momento, se a empresa pretende usar o Waer OS, desenvolvido pelo Google para dispositivos vestíveis. Quando o Facebook resolveu investir no aparelho, já planejava de antemão criar um sistema operacional próprio, o que provavelmente deve acontecer para dar assistência ao relógio.

O referido produto não teve sucesso — o Portal teve destaque negativo por conta da má reputação em relação à privacidade. O grande impasse da empresa é conseguir aprimorar esse requisito essencial e não deixar que o mesmo aconteça com o que irá desenvolver.

Outros hardwares

Além do futuro lançamento do smartwatch, os planos da empresa já incluem outros hardwares, já previamente anunciados. Para este ano, o Facebook deve anunciar sua parceria com a Ray-Ban para lançar óculos inteligentes com tecnologia de realidade aumentada. Além dos óculos, o mercado deve conhecer em breve a nova leva de produtos vestíveis com realidade aumentada, o Project Aria.