Bitcoin dispara 17% após Elon Musk colocar criptomoeda na biografia do Twitter

Bilionário, seguido por 43,8 milhões de usuários, é conhecido por fazer comentários que mexem com o mercado

Foto: Reprodução / Twitter

Bitcoin voltou a disparar na sexta-feira (29), batendo sua máxima em duas semanas após o CEO da Tesla, Elon Musk, colocar a criptomoeda em sua biografia no Twitter. Ao escrever “#bitcoin”, Musk fez a criptomoeda subir mais de 17% por volta das 12h (horário de Brasília), cotada a US$ 37.423 — após atingir a máxima de US$ 38 mil pela manhã.

O executivo não fez nenhum comentário ou avaliação sobre o ativo digital, mas a iniciativa foi o suficiente para impulsionar o preço do Bitcoin. Seguido por 43,8 milhões de usuários, Musk é conhecido por fazer comentários que mexem com o mercado. Logo após mudar seu perfil, o bilionário postou em seu Twitter: “Em retrospecto, era inevitável”.

Safiri Felix, diretor de produtos e parcerias da Transfero Swiss, explicou que, quando Musk mostra um sinal de apoio do Bitcoin, acaba ajudando o mercado por conta da visibilidade que o executivo tem. Com milhões de seguidores e com um nome renomado, esse movimento tem potencial para atrair não só novos investidores pessoa física, mas também institucionais, o que sustenta a alta dos preços.

Gamestop

O bilionário também entrou na onda das ações da GameStop, que tem ocupado os holofotes do mercado financeiro. Na terça, parte da disparada dos papéis da companhia foi creditada à Musk, que escreveu “Gamestonk!” no Twitter, junto com um link para o grupo de discussão de negociação de ações Reddit Wallstreetbets.