WhatsApp Web começa a solicitar autenticação por biometria

Antes de liberar a câmera para escanear QR Code, aplicativo vai pedir liberação por digital ou reconhecimento facial em celulares compatíveis

Foto: Divulgação

WhatsApp anunciou que o login na versão web vai depender de uma autenticação biométrica nos celulares que possuem leitor de digital ou reconhecimento facial. Para vincular o WhatsApp Web ou Desktop à conta, será solicitado o desbloqueio biométrico — com reconhecimento facial ou impressão digital —, antes da leitura do QR Code.

A liberação por biometria será exigida somente no login da sessão. Na prática, a nova função requer que o usuário confirme sua identidade na hora de logar no WhatsApp Web. A novidade traz mais segurança à conta porque, além da leitura do QR Code, também será necessário usar a digital ou rosto para autenticar a conexão com o computador.

Após escanear o QR Code, a sessão vai permanecer ativa e não será encerrada quando fechar o navegador. O WhatsApp explica que a autenticação acontece no dispositivo e o aplicativo não pode acessar as informações biométricas armazenadas pelo sistema operacional do celular. A novidade vai começar a ser liberada nas próximas semanas.

De acordo com a companhia, essa camada a mais de segurança impede que qualquer pessoa pegue o celular desbloqueado para conectar o WhatsApp a algum dispositivo. A tela de autenticação da versão web nos celulares também será remodelada, permitindo controle maior de quais computadores estão conectados.

A funcionalidade será disponibilizada no aplicativo para celulares Android e iPhone (iOS). Vale ressaltar que o recurso está presente apenas em smartphones com serviço de biometria, como leitor de digital ou reconhecimento facial, e o usuário deve habilitar a autenticação manualmente no sistema para proteger o WhatsApp.