Economia mundial deve crescer 4% em 2021; veja as previsões de PIB para os países

Com pandemia controlada e vacinação rápida, o crescimento global pode acelerar ainda para quase 5%

Foto: Reprodução

A economia mundial deve crescer aproximadamente 4% em 2021, conforme as projeções mais recentes do Banco Mundial (BM). A entidade estima que, num cenário negativo, com atraso na vacinação e aumento de casos de Covid-19, a previsão pode cair para 1,6%. Por outro lado, num cenário positivo, com pandemia controlada e vacinação rápida, o crescimento global poderia acelerar para quase 5%.

O presidente do Grupo Banco Mundial, David Malpass, explicou que, embora a economia mundial pareça ter entrado em um período de recuperação moderada, os formuladores de políticas públicas enfrentam desafios tremendos — em termos de saúde pública, gestão da dívida, políticas orçamentárias, banco central e reformas estruturais — ao tentar garantir que a recuperação ganhe força e estabeleça a base para o crescimento robusto.

Nas economias avançadas, a recuperação deve ser retomada de forma mais lenta e difícil após a volta das infecções por Covid-19, afirmou o Banco Mundial. O Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos apresenta previsão de expansão de 3,5% em 2021, após uma contração estimada de 3,6% em 2020. Enquanto na zona do euro, o PIB está previsto para crescer 3,6%, depois de um declínio de 7,4% no ano passado.

A economia japonesa, que encolheu 5,3%, apresenta previsão de crescimento de 2,5%, já a chinesa deve expandir 7,9% neste ano. O país divulgou um crescimento de 2,3% no ano recém-terminado. Já o Brasil, por sua vez, a expectativa é de que a atividade econômica tenha encolhido 4,5% em 2020 e cresça 3% em 2021.

Veja abaixo a previsão para outros países:

  • África do Sul: 3,3%
  • Argentina: 4,9%
  • Bolívia: 3,9%
  • Chile: 4,2%
  • Equador: 3,5%
  • Índia: 5,4%
  • México: 3,7%
  • Paraguai: 3,3%
  • Peru: 7,6%
  • Rússia: 2,6%
  • Turquia: 4,5%
  • Uruguai: 3,4%