Ministério da Saúde lança aplicativo que ajuda profissionais da saúde no diagnóstico da Covid-19

O TrateCov considera rigorosos critérios clínicos e sugere prescrições médicas

Foto: Divulgação

A fim de reforçar cuidados e detectar com mais rapidez pacientes infectados com o coronavírus, foi desenvolvido o TrateCov. O aplicativo, que foi criado pelo Ministério da Saúde, tem a função de auxiliar dos profissionais de saúde na identificação de sintomas da Covid-19. Não foi aplicado nenhum recurso financeiro extra, o aplicativo foi criado com recursos humanos e tecnológicos próprios da pasta.

A ideia é que por meio do aplicativo, os médicos consigam avaliar ponto a ponto da doença, considerando critérios clínicos possibilitando ao paciente o diagnóstico mais rápido possível. Dependendo do avaliado pelo aplicativo durante a análise de cada paciente, podem ser sugeridos prescrições de medicamentos. Vale ressaltar que são sugestões terapêuticas disponíveis na literatura científica atualizada.

Adoção do protocolo é segura

Segundo a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde da pasta, Mayra Pinheiro, diante de um fato epidemiológico como é a Covid-19, que já tem sintomas e sinais muito bem definidos para caracterizar a doença, a adoção do protocolo é segura.

Para muitas doenças, é adotado protocolo. Se o paciente preenche três critérios para a doença, ele a tem. É preciso apenas validar um protocolo científico, mostrando que é um forte indicador da doença, então pode ser usado para tomada de decisão.