Feira de tecnologia mundial é vitrine para produtos curiosos e futuristas; conheça alguns

A Consumer Electronic Show aconteceu neste ano de forma virtual e apresentou soluções inovadoras

Foto: Reprodução

Consumer Electronic Show (CES), maior feira de tecnologia do mundo, é recheada de produtos curiosos, muitos deles com um ar futurista. O evento serve como vitrine para que grandes e pequenas empresas mostrem suas criações.

Conheça alguns gadgets apresentados

  • Banheira conectada

A Kohler, fabricante de louças e metais para cozinhas e banheiros, apresentou uma banheira inteligente, que pode ser controlada por aplicativo no celular ou por comandos de voz acionados pelas assistentes virtuais da Amazon ou Google. É possível pedir para encher, definir a temperatura da água e mudar as cores de LEDs.

A banheira também pode ser configurada para seguir uma rotina específica, para ligá-la no mesmo horário todos os dias, por exemplo. A fabricante vai oferecer recursos opcionais, como a adição de aromaterapia. O modelo mais simples tem preço estimado de US$ 8.700 (cerca de R$ 47.890). A versão mais sofisticada sai por US$ 16.000 (R$ 88.000).

  • Campainha anti-Covid

A Alarm.com anunciou um interfone que não precisa ser tocado com as mãos, essencial em meio à pandemia de Covid-19. O produto é equipado com uma câmera que detecta se há alguém esperando para ser atendido. A empresa afirma que o objetivo é reduzir os riscos de saúde pública e tornar as visitas e entregas seguras para todos.

Quando a câmera da campainha detecta uma pessoa, é emitido um alerta sonoro na casa e uma notificação no celular. Um capacho que indica onde o visitante precisa ficar é vendido separadamente. A Alarm.com não divulgou o preço exato do acessório, mas disse que custará menos de US$ 200 (aproximadamente R$ 1.100).

  • Escova de dentes inteligente

Escovar os dentes pode parecer uma tarefa simples, mas a Philips declara que a maioria das pessoas faz muita pressão durante a higienização bucal. A companhia apresentou a Sonicare 9900 Prestige, que tem sensores que fazem ajustes automáticos durante a escovação. Ela oferece relatórios de progresso e recomendações personalizadas.

As informações são dadas ao usuário por intermédio de um aplicativo próprio com recursos de inteligência artificial que orienta sobre a pressão, movimento, posição, duração e frequência. A empresa afirma que a escova elétrica inteligente é capaz de remover até 20 vezes mais placa do que outros modelos. O preço ainda não foi divulgado.

  • Monitor de glicose sem agulha

A startup japonesa Quantum Operation exibiu um protótipo de relógio capaz de monitorar os níveis de açúcar no sangue sem utilizar agulhas. O produto se parece com um Apple Watch e, segundo a empresa, possui um espectrômetro, que mede propriedades da luz para checar os níveis de glicose. A medição dura cerca de 20 segundos.

A startup diz que a precisão é semelhante a de produtos disponíveis atualmente em farmácias. A expectativa é que a tecnologia seja vendida para empresas de saúde.

  • Máscara com ventilação ativa e amplificador

A Razer apresentou seu protótipo de máscara de proteção contra a Covid-19. O modelo Hazel possui respiradores do tipo N95 e ventilação ativa. O modelo é capaz de filtrar 95% das partículas transportadas pelo ar. A máscara vem com um estojo para recarregamento que emite luz ultravioleta para matar vírus e bactérias enquanto recarrega.

A máscara é feita de material translúcido para que as pessoas possam se comunicar melhor, disse a fabricante. Além disso, o modelo possui luzes e amplificador para a voz do usuário, tudo para melhorar a maneira de falar com as pessoas.

  • Luminária UV antívírus

Com o objetivo de desinfectar superfícies como teclados, mouse e o que mais o cliente quiser, a Targus criou uma luminária de luz ultravioleta de LED que promete matar os micro-organismos. O aparelho funciona automaticamente a cada hora, por 5 minutos. A previsão de lançamento do produto está para março deste ano.

Quando o ciclo de desinfecção começa, a luz emite uma tonalidade ambiente roxa indicando que está em uso. Com sensores que detectam o movimento, o aparelho desliga automaticamente quando há alguém mexendo nos objetos. Além da luminária, a empresa apresentou na feira uma mochila com tecido antibacteriano.