Porto do Itaqui encerrou 2020 movimentando mais de 25 milhões de toneladas de cargas no estado

Quem ganhou destaque para a obtenção do resultado foi a celulose, com 1,4 milhões em exportações

Foto: Reprodução

O Porto do Itaqui encerrou o ano de 2020 com 25,3 milhões de toneladas de cargas movimentadas. A marca superou o atingido em 2019. Segundo a Agência Nacional de Transportes Aquários (Antaq), o Porto integra as principais categorias do Brasil, que são, IGAP (Índice das Autoridades Portuárias) e Execução dos Investimentos Planejados.

Quem conquistou destaque com 35% acima que no ano passado, em toneladas, foi a celulose, com 1,4 milhões em exportação, além das cargas em contêineres, com a consolidação da escala semanal neste ano. Todo o resultado conquistado foi obtido com a ajuda de um plano de prevenção e combate à Covid-19 realizado nos primeiros meses do ano. O plano priorizava, acima de tudo, o bem estar e saúde dos dos trabalhadores, além da segurança das operações.

Novo Tegram

O marco no resultado em exportações no ano anterior impulsionou o acordo de priorizar o aumento de capacidade no porto. A fim de aumentar esse número, foi colocado em prática o Novo Tegram com os investimentos do Consórcio Tegram no Itaqui, por meio deste, podem ser feitos embarques simultâneos de grãos pelos berços 100 e 103.

Com a expansão dos embarques, é possível elevar a capacidade do porto para movimentar 20 milhões de toneladas de grãos por ano, considerando também as operações da VLI no Berço 105.

Geração de empregos

O valor de investimento atribuído ao negócio é de R$260 milhões para a segunda fase. No total, o valor chega a R$ 860 milhões, somados os recursos da primeira e segunda etapa. Com a iniciativa foi possível a geração de novos 500 empregos.