Califórnia libera delivery autônomo; entregas podem começar em 2021

Os veículos autônomos Nuro R2 usam um radar, imagens térmicas e câmeras de 360 ​​graus para direcionar seus movimentos

Nuro R2 (Foto: Divulgação)

A Califórnia acendeu a luz verde para um serviço comercial de entrega sem motorista pela primeira vez em sua história. A Nuro planeja iniciar suas operações de entrega autônoma já em 2021. A startup de robótica já testou seus veículos autônomos R2 no Estado em abril de 2020, mas a licença permitirá que ela cobre das pessoas pelo serviço.

Os veículos da Nuro terão uma velocidade máxima de 35 mph (56 km/h) e só poderão operar em condições de “bom tempo”. Durante um teste anterior da empresa em Houston, Texas, em fevereiro, o R2 entregou pizza para a Domino’s Pizza, mantimentos da rede de supermercados Kroger e produtos para o Walmart

O R2 usa radar, imagens térmicas e câmeras de 360 graus para direcionar seu movimento, além de contar com dois compartimentos com temperatura controlada para entregas. As portas se levantam para revelar os itens, uma vez que um código foi inserido pelo destinatário. Ele não tem volante, pedais ou retrovisores laterais.

O diretor do Departamento de Veículos Motorizados da Califórnia, Steve Gordon, afirmou que a emissão da primeira licença de implantação é um marco significativo na evolução dos veículos autônomos na Califórnia. Ele ressaltou que continuará mantendo a segurança do público automobilístico à medida que esta tecnologia se desenvolve.

Ao contrário de empresas como Uber e Waymo, os carros inteligentes da Nuro são remotamente controlados por um operador humano que, de uma só estação, consegue coordenar a entrega de toda a frota. A Nuro foi fundada por dois ex-engenheiros do Google e tem financiamento da empresa japonesa Softbank, que possui um bom histórico em investimentos no setor de robótica e máquinas autônomas.