99 revela que 6 em cada 10 ocorrências de segurança são por ‘falta de respeito’

Aplicativo criou guia da comunicado com diretrizes e instruções para passageiros e motoristas evitarem desentendimentos

Foto: Reprodução

A empresa de transporte por aplicativo 99 revelou que 6 em cada 10 ocorrências de segurança nas corridas acontecem por “falta de respeito”. Para reduzir os casos, a companhia anunciou um guia de comunidade, com diretrizes e instruções para motoristas e passageiros apresentadas em vídeos e textos.

Entre os principais relatos dos usuários em 2020 estão assédio e agressão verbal: 23% das ocorrências registradas pelo applicativo foram de assédio; 14% de agressão verbal; 7% de agressão física; 4% de discriminação. Segundo a 99, os casos de assédio acontecem na mesma proporção entre passageiros e motoristas.

Já 69% das discriminações é contra clientes, enquanto 81% das agressões físicas e 73% das agressões verbais acontecem com os prestadores de serviço. A empresa não revela o número total de casos, mas afirma que 99,99% das corridas termina sem ocorrências.

O guia de comunidade tem seções sobre combate a discriminação a mulheres, negros, comunidade LGBTQ+, entre outros grupos minorizados. Nele, há exemplos de situações e instruções de como proceder caso haja algum desentendimento.

Foram ouvidos especialistas, passageiros e motoristas para a elaboração do material. A companhia explica que, após um caso ser relatado, o perfil do agressor é bloqueado e a vítima é acolhida por psicólogos e pela equipe de segurança, de forma remota.

Desde junho, a 99 monitora as corridas e permite que usuários gravem áudios durante o trajeto. A concorrente Uber também disponibiliza uma ferramenta similar.