Amazon Logistics, serviço de entrega, será lançado pela Amazon no Brasil

O valor voltado ao novo negócio foi de R$ 45 mil

Foto: Reprodução

A Amazon está próxima de lançar sua mais recente novidade, a Loggi, a ideia é estar cada vez menos dependente e ligado a transportadoras, a empresa pretende reduzir sua dependência da estatal de 90% para 20% no intervalo de 20 anos. Com a mais nova montadora, os Correios devem ganhar uma de suas maiores concorrentes.

Demandas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília

A princípio os serviços devem atender demandas dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília. Jeff Bezos, dono da companhia explica que com os baixos custos iniciais, demanda integrada e acesso à experiência em tecnologia e logística da Amazon, está é uma oportunidade de construir e desenvolver um negócio de entrega de encomendas bem sucedido.

Bezzos reforça os principais investimentos feitos, segundo ele, o valor voltado ao novo negócio foi equivalente a R$ 45 mil que foram destinados à abertura de pessoa jurídica e alvarás, serviços profissionais como honorários de contador e advogado, como de suprimentos como laptops, custos de recrutamento, como anúncios de empregos, exames toxicológicos e treinamentos de motoristas, além de viagem para treinamento do proprietário se necessário, os interessados não precisam ter experiência em logística e contarão com suporte sempre que necessário.

Parceiros da Amazon Logistics

A empresa informa que apenas convidados via e-mail podem se cadastrar, por enquanto, já que as vagas são limitadas. A primeira etapa de entrevistas com os convidados deve acontecer entre um a dois meses. O processo chegará a essa fase após análise de histórico de trabalho, educação e dados financeiros.

A chamada da empresa para os convidados diz o seguinte: se você adora criar e trabalhar com diversos times, comece seu próprio negócio como um parceiro da Amazon Logistics, entregando sorrisos e diversos clientes em sua região. A Amazon também confirma receita mensal de R$ 150 mil a R$ 350 mil, com lucros entre R$ 12 mil e R$ 22 mil, para proprietários que operarem com 20 a 40 vans de entrega.