Google e Qualcomm se unem para viabilizar 4 anos de atualizações para celulares Android

Google renovou tecnologia Treble e Qualcomm vai se comprometer com atualizações de compatibilidade para seus chips

Foto: Reprodução

Google e a fabricante de chipsets Qualcomm anunciaram uma mudança no Android para permitir que smartphones recebam atualizações por até quatro anos. Com a simplificação, o objetivo é reduzir a quantidade de dispositivos que permanecem em versões antigas, sem os recursos mais novos e com vulnerabilidades conhecidas.

Um aparelho lançado com Android 11 terá suporte para atualização do sistema operacional até o Android 14, além de um ano extra de atualizações menores de segurança. A novidade expande para outras marcas o tratamento que a linha de celulares proprietária da Google, Pixel, já recebe — a combinação de três anos de grandes atualizações do sistema e 4 anos de atualizações de segurança.

O novo período de suporte é resultante do trabalho em conjunto da Google com a Qualcomm para traduzir o Programa Treble — que buscava inicialmente adaptar a forma que o sistema operacional Android funciona, a fim de torná-lo mais acessível para atualizações dos fabricantes, como a Samsung — para o nível de hardware dos processadores Snapdragon.

Dessa maneira, as fabricantes poderão trabalhar mais facilmente nas novas versões do Android, trazendo as atualizações mais cedo para seus celulares com processadores Qualcomm. A decisão de distribuir uma atualização do sistema permanecerá nas mãos da fabricante do aparelho.