Programa compra 13 toneladas de alimentos de agricultores familiares maranhenses

O programa beneficiou cerca de 87 associações em 44 municípios

Foto: Reprodução

A fim de contribuir com o cultivo familiar de pequenos agricultores, o Programa de Compras da Agricultura Familiar, que é intermediado pelo Sistema da Agricultura Familiar (Procaf), composto pela SAF, Agerp e Iterma, no âmbito do Plano Emergencial de Empregos Celso Furtado, comprou diversos produtos de agricultores pertencentes do grupo Cinturão Verde, zona rural de São Luís, garantindo a renda familiar.

Foram destinados R$500 mil à aquisição da produção de povos indígenas e R$ 2,5 milhões pelo programa para a aquisição dos produtos dos agricultores familiares do PAA. Cerca de 87 associações, distribuídas em 44 municípios, foram beneficiadas com o programa.

Garantia de assistência às famílias mais vulneráveis

A ideia é auxiliar essas famílias que vivem em situação de vulnerabilidade, garantindo que os produtos feitos pelos agricultores sejam comprados, o objetivo do Procaf é garantir assistência a grupo de pessoas atendidas pela rede socioassistencial, hospitais e creches.

Eliane de Sousa, que é agricultora e faz parte do Cinturão Verde, relata que é gratificante saber que estão faturando uma renda extra e, acima de tudo, ajudando tanta gente, não só as famílias da comunidade, como outras instituições que precisam. Eliane também ressalta sua gratidão e diz estarem animados para produzir cada vez mais.

13 toneladas de alimentos vendidos

Entre os produtos fornecidos, que totalizavam 13 toneladas, as 23 famílias distribuíram alimentos como manga, alface, banana, cheiro verde, macaxeira, quiabo, entre outros. Os alimentos foram doados para para o Hospital do Câncer Aldenora Bello, para o CRAS da Vila Esperança, Creche Tia Valdeci e União de Moradores Nova República.

Júlio Mendonça, secretário da SAF explica que essa é a mais importante ação destinada ao desenvolvimento do setor no estado. Esse é mais um compromisso firmado pelo governador do estado do Maranhão com as famílias rurais, um belo programa que atua nas duas frentes, garantindo alimentos para quem precisa e comprando diretamente dos agricultores, gerando emprego, renda e qualidade de vida, principalmente neste momento de crise pandêmica que assola o país.