Web Summit: Brasil pode sediar um dos maiores eventos de tecnologia do mundo em 2022

A conferência é um dos maiores palcos de discussão da inovação e tecnologia

Foto: Reprodução

Tradicionalmente realizado em Lisboa, o Web Summit, uma das maiores conferências de tecnologia do mundo, pode ganhar uma versão sul-americana em 2022, conforme publicação no Twitter de Paddy Cosgrave, economista e CEO do evento. Os planos para a realização de uma conferência na região começaram a ser feitos nos últimos dois anos.

Cosgrave afirmou que de uma lista de cinco países foi para apenas um: o Brasil. Segundo o executivo, o desafio agora é escolher qual cidade irá sediar o evento, mas que os organizadores estão considerando Rio de Janeiro ou Porto Alegre.

Criado em 2009, o Web Summit se consolidou como um dos maiores eventos de empreendedorismo, inovação e tecnologia do mundo. A conferência surgiu realizada em Dublin, na Irlanda. A partir de 2016, a programação migrou definitivamente para Lisboa, em Portugal. O Brasil é uma das delegações com maior representatividade.

Mais de 1,6 mil startups e 1,5 mil investidores participam da programação. De acordo com o Ministério da Economia de Portugal, apenas em 2018, o Web Summit aplicou 124 milhões de euros na economia local — cerca de R$ 786 milhões na cotação atual.

Marcas, conceitos e negócios que se tornaram referência na era de transformação digital, como Uber, Google, Facebook e Singularity Universitiy, ocuparam espaços para mostrar suas visões e iniciativas, tendo o evento sido aproveitado para sinalizar novas propostas, como a do Uber, anunciando seu projeto de transporte aéreo em Los Angeles.