Metade dos brasileiros tem dívida entre R$ 1 mil e R$ 5 mil e cartão de crédito é o principal vilão

A pesquisa foi feita pela QuiteJá, plataforma de renegociação de dívidas, e ouviu cerca de 3 mil pessoas

Foto: Reprodução

Um estudo feito pela QuiteJá, plataforma de renegociação de dívidas com cerca de 3 mil clientes de todas as idades mostrou que 47,7% dos brasileiros ouvidos possuem dívidas entre R$ 1 mil e R$ 5 mil, sendo que a faixa etária mais endividada é a de 35 a 44 anos — responde por 34,8% do total dos endividados.

De todo mundo que respondeu ao questionário, 81,4% possuem renda mensal de R$ 1 mil a R$ 3 mil. Ou seja, existe uma parcela que, além de endividada, deve mais do que ganha mensalmente, uma vez que, dentro deste grupo, tem gente ganhando até R$ 3 mil, por exemplo, e devendo R$ 5 mil.

“Se pararmos para analisar o valor da dívida, vemos que ela é maior do que a renda mensal da pessoa. E isso já pode ser considerado um princípio do efeito bola de neve, principalmente, porque esse cliente não conhece as possibilidades de negociação dele”, comenta Luiz Henrique Garcia, CEO da QuiteJá. Para ele, esse é um ponto de atenção importante. 

Quando perguntado sobre qual o principal vilão das dívidas, os respondentes da pesquisa acreditam que: cartão de crédito (35,2%), diminuição de renda (25,4%), juros de empréstimos (18,2%), cheque especial (4,7%), financiamento de automóvel (3,8%), outros (3,1%) e dívidas com enfermidade (3%).

Durante esses seis meses de enfrentamento da pandemia de Covid-19 no Brasil, 61% dos participantes aproveitaram o momento para renegociar dívidas, sendo que 28,7% deles não realizaram nenhum tipo de negociação e 9,9% afirmaram que nem sabiam que era possível tentar renegociar os débitos em atraso.

A pesquisa da QuiteJá mostra ainda que entre as mulheres, 54% possuem dívidas. Outro ponto é que entre o gênero feminino, 57% são mulheres que possuem uma dívida e têm uma renda de até 3 mil. Em relação a possuir reserva de emergência, 89% afirmam não possuir qualquer tipo de reserva.