Moderna fecha acordo com União Europeia para compra de 80 milhões de doses de vacina

O acordo permite à Comissão Europeia uma opção para a compra de até 160 milhões de doses em 2021

Foto: Reprodução


A farmacêutica Moderna informou que a Comissão Europeia aprovou a compra de 80 milhões de doses iniciais de sua vacina para a Covid-19, com a possibilidade de somar até 160 milhões, à União Europeia em 2021. A companhia americana afirmou que o acordo será finalizado após um breve período de revisão pelos Estados-Membros da União Europeia.

O CEO da farmacêutica, Stéphane Bancel, explicou que reconhece que enfrentar a pandemia exigirá uma série de soluções e que os envolvidos estão orgulhosos do papel que a Moderna tem desempenhado neste esforço global. As negociações entre a companhia e a Comissão começaram em agosto — é o sexto acordo do tipo anunciado pelos europeus.

A vacina desenvolvida pela companhia de biotecnologia, chamada de mRNA-1273, apresentou 94,5% de eficácia em resultados iniciais da fase 3 dos testes clínicos. De acordo com a Moderna, estudo de eventos adversos ainda indicou que a vacina foi bem tolerada, sem problemas significativos de segurança. Os efeitos foram leves ou moderados.

Os dados são provisórios e ainda não foram publicados em revista científica. A empresa já anunciou um acordo semelhante com o Reino Unido, além de afirmar que mantém a projeção de produção de 500 milhões a 1 bilhão por ano a partir de 2021. A Moderna espera começar a fornecer a vacina para a União Europeia a partir de dezembro de 2020.